quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Bolo de Chocolate

As minhas sobrinhas que não são muito adeptas de bolos, adoram este. Regra geral faço sempre que posso para levar para as festas delas.
É também ideal para levar de viagem pois aguenta-se muito muito bem em caixas, não fica seco (e eu digo ser da farinha maizena, mas posso estar enganada).

Ingredientes:
2 chávenas de açúcar fino
2 chávenas de farinha
4 ovos grandes
2 colheres de chá de fermento
1 chávena de manteiga derretida
1 chávena de chocolate em pó (embora faça sempre a olho)
1 chávena de leite morno (também acabo por não meter tudo, sempre a olho)
2 colheres de farinha maizena

Preparação:
Batem-se os ovos com o açúcar muito bem. Depois vão-se juntando pouco a pouco os restantes ingredientes. Deixo o chocolate e o leite sempre para o fim, pois dependendo da quantidade de chocolate que meta, meto o leite a olho.
Numa forma untada com margarina e depois polvilhada com farinha coloca-se a massa e vai para o forno, obviamente ;)

Notas:
Do forno, temperaturas e tempo é igual à receita anterior (bolo de mel).

Regra geral as receitas dos bolos de chocolate mencionam sempre cacau em pó. Confesso que acho que o 'segredo' do sucesso deste bolo é mesmo o não usar cacau mas sim chocolate em pó estilo cola cao (é o que uso sempre), que são um pouco mais doces e o sabor é completamente diferente.

Depois podemos sempre variar. Ou derretemos um pouco de chocolate e cobrimos o bolo no fim, como podemos comprar pepitas de chocolate e colocar no meio da massa. Fica também óptimo.

Bolo de Mel

Nestes dias frios, adoro fazer este bolo. Associo bastante este bolo com esta época, mais um cházinho quentinho, em frente da televisão numa tarde de sábado ou domingo, no quentinho do sofá.

Ingredientes:
400 gr açúcar (ponho sempre fino para ficar muito bem dissolvido)
400 gr farinha
4 ovos grandes
2 dl leite (nunca ponho tanto, é sempre a olho, conforme a consistência da massa)
2 colheres de sopa de margarina (temperatura ambiente)
2 colheres de sopa de mel (ponho sempre mais. parece-me sempre insuficiente para ser um bolo de mel)
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de canela
1 colher de sobremesa de fermento

Preparação:
Bate-se muito bem o açúcar com os ovos inteiros. Junta-se a margarina e bate-se muito bem. Mistura-se o mel, o azeite e a canela. Por fim, adiciona-se o leite e depois a farinha com o fermento.
Numa forma untada com margarina e depois polvilhada com farinha coloca-se a massa e vai para o forno, obviamente ;)

Notas:
Não vos dou nem temperatura do forno nem tempo pois não faço a mínima ideia. O que faço é ter o forno um pouco mais quente (costuma estar nos 220 graus) por cinco minutos e depois baixo (para os 180) e deixo ficar.
Passada uma meia hora, mais ou menos, vou ver se já está, o que geralmente nunca chega. Com um palito espeto o bolo, e se ainda vier massa agarrada ao palito é porque ainda não está. Dependendo da quantidade de massa que vier agarrada, vou vendo mais ou menos o tempo que ainda demora. Quando não vier nada agarrado ao palito é sinal que já está. Costumo logo tirar do forno e desenformar pois assim não coze demasiado nem fica seco.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Receitas Pedidas...

À semelhança dos discos pedidos, as seguintes receitas precisam-se:

- Francesinhas
- Compotas e doces variados
- Mousse de avelã
- Carne assada no forno

Lanço-vos este repto.
A ver quem o apanha mais rápido.

'Coisas' à Brás

E segunda contribuição da Sandra Flores:

Chamo-lhe jantar de sexta-feira.

Atum, frango ou delícias do mar à brás. Como utilizo tb batata palha e para que a coisa não fique demasiado seca, para além dos ovos, ponho um bocadinho de molho béchamel. Fico mto cremoso. E saboroso.

Bon apétit.

Peixe no Forno

Com a contribuição da Sandra Flores:

"Já andava para «vos» escrever há uns tempos, mas a preguiça, a preguiça...

Pré-aviso: não gosto de cozinhar, mas alguém tem q o fazer e portanto agradeço sobremaneira as vossas receitinhas.

Receitinha (tão fácil, tão fácil q até dói):

Peixe.
Costumo usar daquelas postas congeladas tipo solha; descongelar, sal e limão, bem regadinho. Vai ao forno et voilà. É só isto, mm. Convém usar peixes pequenos porque senão queima o recipiente. Daí a solha, mas podem usar-se outros peixes. "

Bolo de Banana

Novamente com a contribuição da Arraula:

"Este bolo tem sido um sucesso entre a criançada. E é óptimo com um cházinho agora que o frio apareceu."

Ingredientes:
- 3 bananas grandes, bem maduras;
- 1 chávena de óleo;
- 4 ovos;
- 2 chávenas de açúcar;
- 2 chávenas de pão ralado;
- 1 colher de sopa rasa de fermento Royal.

Bater, com a varinha mágica ou no liquidificador, as bananas com as 4 gemas, o açúcar e o óleo, até ficar um creme homogéneo. Misturar depois este creme com uma colher de pau, numa taça, com o pão ralado e o fermento. Por último, adicionam-se as claras previamente batidas em castelo.
Levar a cozer ao forno numa forma redonda untada com manteiga e polvilhada com farinha (aproximadamente 30 minutos). Quando sair do forno polvilhar com açúcar e canela.

Folhados de Farinheira com Espinafres

Novamente com a contribuição da Arraula:

"é uma entrada fácil de fazer mas cujo resultado é requintado e tem sido um sucesso. Espero que gostem.
Num jantar é excelente como entrada se servidos com uma salada verde (um por pessoa). Se se acompanhar com arroz serve de refeição."

Ingredientes:
- 2 farinheiras;
- 2 embalagens de espinafres congelados (com ou sem queijo incorporado) - eu utilizo as do Pingo Doce com queijo já incorporado;
- massa folhada (também compro a do Pingo Doce ou a do Carrefour já cortada em quadrados próprios para este tipo de folhados);
- molho pesto (pode ser o já preparado que se vende em frascos nos supermercados)
- 1 ovo batido para pincelar os folhados;
- sementes de sésamo para polvilhar os folhados antes de irem ao forno (existem em frascos nos supermercados).

1 - Introduzem-se as farinheiras em água a ferver durante 3 minutos. Retiram-se do lume, tira-se-lhes a pele e reserva-se.
2 - Salteiam-se os espinafres numa frigideira apenas com um pouco de azeite até estarem completamente descongelados e molinhos. Se não tiverem queijo incorporado (há quem não goste com queijo) costumo colocar mais azeite e bastante alho picado;
3 - Cortam-se uns quadrados de massa folhada, de cerca de 12 cm x 12 cm, e coloca-se no meio uma bola de farinheira e, por cima outra de espinafres (as quantidades são ao gosto do freguês). No topo coloca-se uma colher de chá de pesto e "fecha-se" a massa unindo os 4 bicos do quadrado no topo (fica tipo um saquinho ;-)
4 - Pincelam-se os folhados abundantemente com ovo e polvilham-se com as sementes de sésamo.

Vão ao forno até estarem bem lourinhos (pelo menos 20 minutos).

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Bacalhau com natas - ultra rápido

Delicioso e garantido! Acompanha com salada verde.

(É a receita da Bimby, mas que é também super rápida no fogão tradicional)

Ingredientes:

1 embalagem de bacalhau desfiado (400 gr) por demolhar (eu demolhei cerca de 6 horas, demolhei ao almoço e cozinhei ao jantar)
1 embalagem de 250 gr de batata palha
Alho e cebola
Azeite
1 litro de Bechamel
1 pacote de natas
Pão ralado


Preparação:
1. Refogar alho e cebola picados, no azeite (com folha de louro para fogão tradicional)
2. Juntar o bacalhau previamente demolhado e deixar cozinhar um bocadinho
3. Colocar as batatas num pirex, e misturar com o bacalhau já refogado
4. Misturar o bechamel com as natas, temperar de sal e pimenta, e deitar sobre as batatas + bacalhau
5. Envolver tudo bem e pôr pão ralado por cima - levar ao forno até corar.

Pescada ou salmão no forno

Num pirex dispôr os medalhões de pescada (ou salmão), por cima de cada um colocar alho picado e um fio de azeite.

À parte juntar um pacote de natas com um pouco de polpa de tomate até ficar com um tom côr de rosa, temperar com sal e pimenta. Colocar sobre o peixe.

Levar ao forno até o peixe cozinhar e o molho engrossar.

Fiz ontem para o jantar e acompanhei com batata cozida, o mais velho não gostou do molho (mas esse come com os olhos, já nem quiz provar). Eu gostei, mas é uma bomba calórica.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Cebolada de pescada e gambas

(imagem retirada do Google)
(ou: 'mas ninguém posta nada neste blog, pá?')


- 6 lombos de pescada
- meio quilo de gambas cozidas (e com casca)
- dois pacotes de natas
- um pacote de sopa de cebola
- azeite, sal e pimenta preta moida na altura q.b.





- cozem-se as gambas e reserva-se
- coze-se a pescada, com pouco sal
- numa frigideira, coloca-se azeite a aquecer e, quando começar a 'ferver', juntam-se os dois pacotes de natas e metade de uma embalagem de sopa de cebola. Mexe-me bem e tempera-se com sal
- quando o peixe estiver cozido, introduz-se no molho, juntamente com as gambas - deixa-se apurar, rectifica-se o sal e acrescenta-se a pimenta preta.

(eu acompanho com arroz branco ou macarrão cozido)

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Dica rápida para arroz

(Ana, eu não te disse que ia era ter dificuldade em não vir aqui postar?...)

Uma dica muito rápida, porque estive a consultar o 'arquivo' do blog e encontrei algumas receitas de arroz.

Lá em casa gostamos muito de arroz, e eu faço muitas variedades (tanto a nível de acompanhamento como para prato principal). Mas o arroz branco, simples, para acompanhamento, fica fantástico se:
- for feito inicialmente com um refogado (quem não gosta de encontrar a cebola ou o alho só tem de os picar muito pequenos)
- se colocar o arroz e em seguida um copo a mais de água do que o que seria 'normal'
- e, quando o arroz estiver QUASE cozido (e ainda com bastante água), retirar do lume e colocar numa assadeira - que deve ir ao forno quente durante cerca de 10 minutos.

Fica diferente e... divinal!

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Soufflé de Peixe

(a imagem foi retirada do Google, mas garanto que o resultado é fielmente o mesmo)

- uma chávena de farinha
- 3 copos de leite
- 100 grs de margarina
- 6 lombos de pescada ou 4 postas de bacalhau
- 8 ovos
- sal
- pimenta
- noz moscada


Põe-se a margarina a derreter num tacho. Quando esta estiver totalmente derretida, junta-se a farinha até fazer uma massa homogénea. Depois acrescenta-se o leite e mexe-se bem, com o lume no mínimo, até que se consiga um molho suave (não deixar engrossar muito). Retira-se do lume e reserva-se.

Coloca-se o peixe/bacalhau a cozer e depois desfia-se o peixe. Acrescenta-se o molho reservado e mexe-se bem. Tempera-se com sal, pimenta preta moída na altura e noz moscada (quem não tiver 'aversões' à noz moscada, deve colocar bastante - até que se consiga uma tonalidade acastanhada do preparado). Juntam-se as gemas e mistura-se bem.

Batem-se as claras em castelo e, quando elas estiverem bem 'presas', acrescenta-se ao preparado - que deve ser então colocado numa assadeira (oval e alta, de preferência), que deve estar previamente untada, e leva-se ao forno (pré-aquecido).

Vai a assar durante 40 minutos (sendo que nos primeiros 20 minutos o forno deve estar a 180º, subindo-se depois para 200º).

Mal o soufflé esteja dourado, retira-se do forno e tem de ser servido de imediato.

Eu sirvo sempre com salada e/ou com grão cozido.

Recomendo!

Notas:

- eu acrescento ainda queijo ralado quando coloco o peixe cozido, mas é opcional

- podem substituir o peixe por espinafres, se gostarem de soyfflé verde

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Massinha de peixe (espécie de...)

INGREDIENTES:

-Lombos de pescada congelados (eu fiz com postas, mas com lombos seria mais rápido);

- Cebola; alho; louro, azeite;

-Alho;

- Tomate em lata.

PREPARAÇÃO
Pus o peixe a cozer.

Entretanto fui preparando o refogado com a cebola, o alho e uma folha de louro.

Quando a cebola já tinha uma corzita, acrescentei o tomate moído (na 1,2,3), deixei em lume brando.

Cozi a massa (cotovelo) na mesma água do peixe e guardei um bocadinho á parte.

Desfiei o peixe (neste caso tirei as espinhas pq eram postas), juntei-o ao refogado e misturei bem, depois juntei a massa e a água da cozedura q tinha guardado, et voila:


(O aspecto não lhe faz jus. Estava óptimo!!!)

Strogonoff de gambas

simples, rápido e saboro (pelo menos é o que as minhas filhas acham!)

  • Cozem-se e descascam-se as gambas
  • Faz-se um refogado com cebola e alho
  • juntam-se as gambas até aloirarem ligeiramente
  • em seguida juntam-se as natas e tempera-se com sal
  • quando as natas começam a ferver, acrescenta-se molho inglês até que a mistura esteja densa
  • quem gostar, pode acrescentar cogumelos

E está pronto! Acompanho sempre com arroz branco bem solto.

Aviso às pseudo-cozinheiras... e não só.

Se por acaso acharem que alguém mais pode fazer parte desta grande aula de cozinha prática e simples, 'abisem'.
Dá sempre jeito ter sangue novo... ahahha.

E quem quiser fazer parte do blog, avise também.
Queremos é receitas rápidas e fáceis de fazer. Que isto de ser mulher, dona de casa, trabalhadora e mãe de filhos tem muito que se lhe diga ;)

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Lombo de Pescada em papelotes

Ingredientes:
Lombos de pescada
Sal e Pimenta
Calda de tomate
Coentros
Salsa
Azeite
Vinho branco (só um bocadinho de nada)

Preparação:
Num bocado de papel de alumínio colocam-se um lombinho de pescada. Tempera-se com todos os ingredientes. Embrulha-se.
Repetir com todos os lombos e metem-se num pirex. Vai ao forno a assar.

Pode-se fazer com outro tipo de peixe - por exemplo, o salmão.
Acompanha-se com batatinhas a murro ou cozidas e fica delicioso.

Omelete com molho

:o) da Alda e da Matilde, da Mafalda e dos bebés.

Faço a omolete normal na frigideira e em seguida coloco-a bem 'espalhada' numa assadeira. Por cima da omolete ponho uma camada de queijo de cabra e, por cima do queijo, fatias de fiambre de perú. Em cima do fiambre despejo molho bechamel, polvilhado com queijo mozzarella ralado. Vai ao forno a tostar e está pronto!

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Marmelada


Ingredientes:
1,5 kg de marmelos descascados e desencaroçados cortados aos bocados
1,5 kg de açúcar
1,5 dl de água

Preparação:
Os marmelos, o açúcar e a água dentro de um tacho e é só cozer durante uma hora.
No final passar com a varinha mágica.

Notas:
Se guardarem os caroços dos marmelos podem fazer geleia.
Colocam-se os caroços noutro tacho com água. Deixar cozer durante um bom bocado de tempo e depois passar por um passador. Voltar a colocar ao lume e para cada litro de geleia, colocar um quilo de açúcar.
Deixar ferver e evaporar um pouco da água.

Se por acaso ficar muito caramelo quando frio, foi o que me aconteceu, voltar a colocar ao lume com um bocado de água e mexer muito bem.

domingo, 28 de outubro de 2007

Strudel de Maçãs



Para a massa:
500g de farinha com fermento, 1 ovo, 250g de margarina, 2 colheres de sopa (cs) de vinagre, 8 cs de água.
Amassar tudo muito bem, fazer um rolo, envolver em papel vegetal e deixar cca de 2 horas no frigorífico.

Recheio: 2-3 kg maçãs, 6cs de acúcar, canela qb
Depois dividir a massa em 3 partes mais ou menos iguais e, com o rolo da massa, estender até se conseguir um "pano" fino, mas sem buracos.
Encher cada um dos rolos com maçãs descascadas e cortadas fininhas, polvilhar com 2 cs de açúcar e canela. Fechar os rolos e levar ao forno a 200º, em tabuleiro cca de 30 minutos.
Podemos pincelar com gema de ovo para dourar.

Em alternativa, podemos usar uma folha grande de massa folhada ou areada, pré-feita.

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Carbonara quase light

Enviado pela Catarina Costa quase no século passado e só hoje a vi.
A ti, Catarina, as minhas sinceras desculpas.

Ingredientes:
Ovos na proporção de meio ovo p/ cada pessoa
Azeite qb
cebola picada qb
Bacon qb
Pimenta preta
Massa fettuccine ou taglatelle de ovo ou com sabor
Parmigiano ralado qb

Preparação:
Num tacho junte o azeite com a cebola picada e deixe alourar, posteriormente junte o bacon e uma pitada de pimenta e refogue em lume brando, quando tiver a cebola e o bacon dourados, retire do lume e coloque de parte.
Meta uma panela ao lume com água e uma gota de azeite (para a massa não vir a colar). Quando a àgua estiver a ferver junte a massa e deixe a cozer até estar al dente (cozida, mas rija).
Enquanto a massa coze, separe as gemas das claras. Guarde as gemas e bata as claras em castelo, posteriormente junte as gemas às claras e misture de forma a ficar com o aspecto de um creme amarelo aveludado.

Quando a massa estiver cozida, escorra-a e coloque-a num recipiente fundo para ir à mesa, depois junte à massa o refogado com o bacon e o creme, junte tudo e mexa de forma a ficar homogéneo. E está pronto a servir.
No prato pode espalhar por cima da massa um pouco de parmigiano. Bon apetito.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Sobremesa simples de camadas

(lembrei-me que fazia isto muito e é muito simples e toda a gente adorava)

Ingredientes:
Mousse Instantânea (não me lembro se fazia com Alsa ou Royal, mas há uma delas que não gosto tanto)
Natas frescas da Mimosa (sou muito dada a marcas especificas)
Bolachas Maria Oro

Preparação:
Fazer um pacote de mousse segundo as instruções.
Bater as natas com duas colheres de açúcar.
Picar as bolachas na 1 2 3.

E é só fazer camadas.
Uma de mousse, um pouco de bolachas esmigalhadas, uma de natas.
Acabar com um pouco de bolachas.

Já adicionei morangos pelo meio. E pensando nisso, podem colocar kiwis ou ananás.
Ou basicamente o que se lembrarem ;)

Bananas com Chocolate


(baseado noutra receita, mas sem alguns ingredientes, que isto já é calórico o suficiente)

(sim, o da direita foi a minha)

(a outra do papá que é guloso e não faz mal comer tanto chocolate)

Ingredientes:
Bananas
Manteiga sem sal
Canela
Chocolates da marca mars por serem com doce de leite
Leite

Preparação:
Numa tijela metem uma noz de manteiga e um pouco de canela. (fiz tudo a olho) Misturam muito bem.
Fazem um corte ao longo da banana e com o dedo besuntam a parte de dentro da banana.
Metem num tabuleiro para ir ao forno. Na receita original eram 7/8 minutos a 180 graus. Eu acho que deixei 10 minutos.

Num tacho metem os chocolates (fiz 2) e um pouco de leite. Na receita original era com natas, mas achei demasiado. O leite não lhe deve ter alterado gosto nenhum.
Vai a derreter ao lume sem ferver.

Tiram as bananas do forno e 'molham' com o chocolate.
Na receita original usavam leite de côco em cima do chocolate e da banana, mas lá em casa ninguém gosta disso. Acho que por isso ficou enjoativo de tão doce que era.
Se voltar a fazer isto (fica uma sobremesa diferente e gira para uns amigos que levem lá a casa, mas convém saber se ninguém está a fazer dieta e se gostam de banana e chocolate), vou acompanhar com uma bola de gelado de natas, baunilha ou de morango (se calhar convém ser light ;)).

Gosto destas misturas de sabores. A balança é que nem por isso.

Empadas Rápidas


Ingredientes:
Carne - qualquer uma. neste caso foi o que sobrou de uns bifes de vaca grelhados do dia anterior
Tomate
Alho
Cebola
Azeite
Sal e pimenta
Massa folhada - uso das que vêm embaladas frescas em círculo, da marca Pingo Doce

Preparação:
Refogadinho com o tomate, azeite, cebola e alho, temperado com sal e pimenta. Era para colocar mais alguma erva, mas na altura não tinha (tipo manjericão).
Como a carne já estava cozinhada do dia anterior, não a cozinhei. Mas podem fritar um pouco os bifes ou fazer a carne no refugado. Como queiram.

Triturar a carne e o refugado.
Fazer umas empadinhas à vossa maneira, pincelar por cima com um pouco de gema para dar uma corzinha e toca de ir para o forno.

(eu apenas fiz umas formas e preenchi com carne. mas as formas que tenho são demasiado pequenas e acabei por cortar umas rodelas e meter nestas formas de alumínio. tenho de comprar formas um pouco maiores)
Sem mais stresses.

Gelado Caseiro pouco calórico

Há muito que andava para tentar algo do género. Vi os morangos e não resisti (e eram tão deliosos... já alguém avisou que estamos em outubro?).


Ingredientes:
Morangos lavadinhos sem rama
2 iogurtes de aroma de morango
1 pacote de gelatina de morango

Preparação:
Usei metade de uma caixinha de morangos, os dois iogurtes inteiros e mais de metade da gelatina em pó. Triturei muito bem com a varinha mágica e foi para o congelador.
Ficou bem doce... acho que para a próxima meto apenas metade do pacote da gelatina.

Simples, rápido e sem açúcar ;)
Para a próxima vou experimentar com ananás.

domingo, 21 de outubro de 2007

Bolo de Maçã




100 g de margarina/manteiga, 250g açúcar,4/6 ovos*, 250g farinha com fermento, 4 maçãs

Descascar e cortar as maçãs em fatias fininhas com umas gotas de limão, para não escurecerem.

Bater a manteiga com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Juntar as gemas, e bater novamente. Bater as claras em castelo. Juntar, alternadamente, as claras e a farinha, e mexer suavemente com uma colher.
Numa forma sem buraco, untada e enfarinhada, dispor uma camada de massa, uma de maçãs, outra de massa e, no fim, maçãs.
Forno a 180º, 40 m. Uns minutos antes de retirar do forno, pincelar com geleia para ficar dourado (ou não!).

* a quantidade de ovos (4/6) varia com o tamanho das maçãs, se forem pequenas faz-se com 4 ovos.

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Massa de peixe com camarão

(a pedido de várias famílias...)

Ingredientes:
Azeite
Cebola
1 lata de tomate
1 colher de café (pouquinho, pouquinho) de açúcar
1 caldo de peixe
1 caldo de marisco
2 embalagens de tranches/lombos/mimos/etc de pescada (de preferência sem pele nem espinhas)
1 embalagem de camarão descascado congelado (quanto maior melhor, se for muito pequeno nem vale a pena)


Preparação:
Deixar descongelar o peixe (não indispensável, mas facilita)
Refogar a cebola no azeite. Juntar a lata de tomate (cortar aos pedaços ou picar) e o açúcar. Juntar os dois caldos. Deixar cozinhar um pouco.
Se o peixe estiver congelado, cortar aos bocados e juntar; se já estiver descongelado, juntar mesmo assim e desfazer lá dentro. Deixar cozinhar um bocado. Juntar os camarões (não precisam de cozinhar muito, antes pelo contrário). Depois juntar água a olho, deixar ferver, juntar a massa e deixar cozinhar. Et voilá!


Observações:
Com esta quantidade, antes de juntar a água para cozer a massa costumo tirar metade e congelar. Depois é só descongelar, juntar água e cozer a massa. Cada uma destas doses, por norma, dá para nós os quatro (embora a Nôr ainda não coma nada de significativo) e ainda sobra para mais uma refeição.

Dá para fazer a mesma receita sem tirar nem pôr mas com arroz em vez de massa. Aí é só ter um bocadinho mais de cuidado com as proporções água/arroz...

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Arroz de camarão

1. Cozer camarão;

2. Cozer arroz (1 medida de arroz por 2 de água por forma a ficar soltinho) na água da cozedura do camarão;

3. Descascar o camarão e salteá-lo num bocadinho de azeite e alho picado (não deixar aloirar);

4. Juntar o arroz soltinho ao camarão, polvilhar com coentros picadinhos.

Este arroz é mais para acompanhamento, por exemplo com rissóis de peixe, ou peixe frito. Mas já o servi em casa (juntei peixe cozido ao camarão) como refeição principal.

Carbonara (inventada)

1. Fritar na própria gordura quadradinhos de bacon, quadradinhos de fiambre e bocadinhos de salame italiano e cogumelos frescos;

2. Cozer a massa com um fio de azeite (uso qualquer uma);

3. 1) + 2);

4. Juntar a um pacote de natas uma quantidade razoável de parmesão ralado;

5. 3) + 4) e levar ao forno a gratinar;


...

Já cheguei a juntar à mistura das natas um ovo batido, mas prefiro sem o ovo.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Strogonoff rápido

Experimentado hoje em desespero de causa, com excelentes resultados.

(receita tirada daqui. Segue explicação de como eu a preparei - um pouco diferente)

Ingredientes
Azeite
1/2 kg de carne de peru às tirinhas
1 pacote de sopa de cebola Knorr, sem os bocados de cebola que eu não gosto disso
1 chávena de chá de polpa de tomate
Um pouco de vinho branco
1 colher de sobremesa de mostarda
2 1/2 chávenas de chá de água


Preparação
Deitar o azeite no fundo da panela de pressão e juntar os ingredientes pela ordem, mais coisa menos coisa, em que aparecem na lista. Deixar cozinhar 10 minutos depois de fazer pressão.


Observações
Toda a gente gostou. Foi a primeira vez que preparei, portanto ainda não sei bem como ajustar a receita para lhe limar as arestas. Para a próxima experimentarei um pouco menos do preparado da sopa, uma lata de tomate triturada na picadora em vez da polpa de tomate e (talvez) um pouco menos de água. Pode substituir-se o peru por frango; aliás, pela minha experiência com a panela de pressão, até por carne de vaca - talvez deixando cozinhar 20 minutos em vez de 10, para garantir que fica tenra.

Acompanha igualmente bem com arroz ou com esparguete.

terça-feira, 24 de julho de 2007

Açorda de camarão

1. Cozer o camarão (atenção ao sal, que eu estiquei-me à grande. O caldo da cozedura é aproveitado para a açorda, portanto atenção a este pormenor: não salgar demais);

2. Numa frigideira anti-aderente: fundo de azeite, alho (usei do congelado e picado) e deixar fritar sem dourar;

3. Enquanto descasco o camarão o pão fica a amolecer na água da cozedura;

4. Escorrer o pão (eu usei alentejano, portanto nem foi necessário escorrer que é um pão rijo que não absorve muita água) e migá-lo para dentro da frigideira, ir mexendo sempre. A partir daqui foram cerca de 25 m. para o pão cozer;

5. Juntar o marisco descascado;

6. Com a açorda feita juntar coentros picados (os frescos são muito melhores que os congelados, mas de longe...) e 1 ovo aberto por pessoa (ainda tem de estar bem quente) abrir o ovo e mexê-lo com dois garfos.

7. Como o camarão no Ec*omarché estava em promoção (4.99) servi com camarão cozido, mas também se pode comer só a açorda (acho enjoativo) ou com peixinho frito (adoro!)

terça-feira, 17 de julho de 2007

Tarte de maçã e banana (inventanço)

Barrar a tarteira com manteiga, forrar com uma base de massa folhada (ou quebrada), encher de camadas alternadas de maça golden polvilhada com açúcar e canela, e banana polvilhada com açúcar e canela.

Leve ao forno até estar tudo douradinho.

Notas:
- Servir quente ou fria com gelado de noz;
- A tarteira tem de ficar bem cheia que a fruta reduz muito
- Super-rápido e ainda ajuda a ficar um cheirinho na cozinha.

terça-feira, 3 de julho de 2007

Filetes de pescada no forno

Ingredientes:
Filetes de pescada
Margarina de alho da Vaqueiro (pub)
Camarões pequenos descascados
Delícias do mar
Espinafres
Leite (ou um pouco de natas)
Sal
Pimenta

Preparação:
Barrar um pirex com a margarina, meter uma camada de espinafres e por cima os filetes de pescada.
(se quiserem podem barrar novamente os filetes com um pouco de margarina para dar um pouco mais de sabor, mas pouco)
Temperar com sal, pimenta e o leite e levar ao forno durante meia hora.
Depois de cozer os camarões e descongelar em água fria as delícias, juntar ao peixe e deixar mais cinco minutos.

Acompanhar com puré ou arrozinho branco.

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Fusilli

com salsichas e natas! (que bom para a dieta!!)
Há que tempos que ando para escrever esta "receita". Mas é tão simples, tão básica... que fiquei sempre naquela: vão me chamar parva (chamar não chamam... pensam :p).
Mas ontem isto safou-me ás 20h30m qdo vi que tinha-me esquecido de tirar qualquer coisa do congelador:

Salsichas

Massa (eu uso fusilli)

Natas

Cebola, alho e azeite

Corto as salsichas ás rodelas, faço um refogado, quando a massa está cozida misturo. Depois é só juntar as natas!
É das poucas vezes em que não tenho que andar constantemente a dizer: come, come, come!


(tb costumo fazer com restos de frango)

Pseudo-Salada-Russa

Eu, além de ser esquisita e não gostar de cenourinhas e ervilhinhas e afinzinhos, não tenho grande pachorra para cozer batatas. Assim sendo, as minhas pseudo-saladas-russas consistem no seguinte:

1 lata grande de feijão frade ou grão de bico, que já vem cozido e basta aquecer, não é preciso perder tempo a descascar batatas a fio
2 latas de atum (uso sempre ao natural)
Ovo cozido (por norma, um por pessoa; neste caso 3)

Escorro o feijão frade ou grão, volto a encher a lata com água da torneira e levo ao lume até ferver. Escorro o atum e cozo os ovos (com uma pitada de vinagre na água para não estalarem). Misturo tudo :D Tempero com azeite e vinagre, e o marido mais tarde ainda junta maionese.

Está feito! :)

(As quantidades indicadas dão para três adultos que não sejam enfardadeirazinhas. Por cá costuma dar para dois adultos mais ou menos enfardadeirazinhas e uma criança de três anos que se recusa a comer ovo. Façam as contas para cada família...)

terça-feira, 19 de junho de 2007

Arroz de bacalhau

1. Refogar alho picado, cebola picada, azeite, folha de louro, colorau ou umas tiras de pimento (pouco) e tomate aos cubinhos (pouco, só para dar uma corzinha)

2. Cozer o bacalhau e reservar a água da cozedura. Desfiar ou lascar o bacalhau. Juntar ao refogado e deixar apurar um bocadinho.

3. Juntar a água da cozedura ao refogado, acrescentar o arroz (fiz mais ou menos 1 chávena de arroz para 3 de água) quando a água estiver a ferver. Deixar o arroz cozinhar. No fim e antes de apagar o fogão juntar coentros picados.

domingo, 20 de maio de 2007

Bacalhau com natas

(Demoro cerca de 1 hora a fazer)

Ingredientes a bold, quantidades a olhómetro.

1. Cozer o bacalhau

2. Fritar igual peso de batatas em cubos

3. Cozer ovos (1 por pessoa)

4. Fazer uma cebolada (cebola + dentes de alho + azeite + louro + sal) até a cebola estar translucida

5. Juntar o bacalhau desfiado à cebolada e deixar cozinhar um bocadinho

6. Num pirex juntar a cebolada + bacalhau, as batatas fritas, os ovos em pedaços ou pedacinhos e igual de natas e molho branco. Temperar com sal e pimenta e mexer tudo muito bem.

7. Cobrir com pão ralado. Levar ao forno até dourar.


Notas:
Comprei um pão ralado por engano, com alho e salsa. Serviu o propósito, talvez dê um saborzinho extra, mas não notei grande diferença.

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Mousse de Limão

"Aqui vai o meu contributo, com uma receita muito fácil de mousse de limão, que me foi mostrada por uma amiga:

- Sumo de 2 limões
- 1 embalagem de leite condensado (uso o magro)
- 3 claras em castelo

Mistura-se tudo, et voilá! Leva-se umas horitas ao frigorífico, para ficar bem fresquinho.

Nota 1: eu alterei um pouquinho a receita e junto também raspas de limão. Fica com um sabor um pouquinho mais intenso, mas na minha opinião, fica melhor.

Nota 2: Obrigada às autoras do blog! Tem-me ajudado bastante na aventura de fazer jantares com a filhota pendurada nas minhas pernas! ;)

Nota 3: Alguém tem uma receita de mousse de avelã? Ficaria eternamente grata ;)

Beijinhos,
Inês Vaz"


(obrigado Inês. e desculpa o atraso)

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Arroz de entrecosto


Ora bem, entrecosto não é do que mais gosto, mas o gajo insiste em comprar...

Deixar de véspera o entrecosto em vinha de alhos devidamente temperada.

Fazer um refogado com cebola, alho e azeite e colocar o entrecosto a refogar durante alguns minutos.

De seguida deitar o arroz (carolino) e o dobro da medida de água (o que eu fiz foi usar uma medida da vinha de alhos e mais 4 de água, isto para 2 de arroz).

Rectificar os temperos a gosto.

Quando o arroz estiver quase pronto, desligar o fogão, deixar mais uns 2 minutos e servir logo, bem malandrinho.


É que é mesmo fácil!

NOTA: só me lembrei da foto no fim..

Batatas Fritas

Se forem daquelas pessoas que costumam colocar o sal fino em cima das batatas depois de fritas, enquanto escorrem, experimentem o seguinte.

Cortem as batatas todas em palitos ou em rodelas fininhas. Num recipiente com água, salguem-na com sal grosso. Deixem aí as batatas de molho um bocado.
(não sei precisar quantidades de sal, mas dependendo do tempo que ficam de molho, ponho mais ou menos sal se ficarem menos ou mais tempo dentro de água)

Escorram bem e depois fritem-nas, sem juntar mais sal.
Ficam com outro gosto.

Paté de Atum II

Ingredientes:
- Atum escorrido (em óleo)
- Ketchup e mostarda

É só esmagar o atum, juntar ketchup a gosto e uma coisa de nada de mostarda (mesmo muito pouco) para lhe dar um gostinho.

Polvo cozido

Têm dificuldade em ficar com o polvo tenrinho?
Também eu tinha... porque sempre me disseram que eram 17 minutos certinhos na panela de pressão depois de começar a apitar.

Polvo, panela de pressão, sem sal, com uma cebola inteira (se quiserem, eu não costumo meter), e com menos de dois dedos de altura de água.
20 minutos depois de começar a apitar (às vezes deixo ainda mais dois ou três).
Deixo sair o vapor depois de desligar o bico do fogão e só depois meto sal na água e mexo bem. Não deixar o polvo de molho para não ficar salgado.

E não é aconselhável cozerem polvo fresco. Se o comprarem fresco, congelem antes de o cozer, fica mais tenro.

E se o polvo for daqueles bem grandes e com perninhas bem grossas, ou dão golpes nas partes mais grossas ou batem mesmo com um martelo de carne.
Mas o ideal é não comprarem dos maiores.

Ervilhas...

Não gostam lá muito de ervilhas?

Experimentem depois de as cozer, saltear com um pouco (mesmo pouco, tipo uma unha do polegar) da tal margarina com alho... assim já podem acompanhar a carne e terem algum gosto.

Sapateira cozida

Se forem como eu e não gostarem de sapateiras cozidas já congeladas, há um truque.

Para cozer a sapateira, não utilizem água da torneira. Tentem levar água do mar para casa e cozam a sapateira com essa água. Não há necessidade de juntar sal e fica muito mais saboroso.

Cogumelos Salteados...

Sem grandes preparos.

Comprem daquela margarina já com alho (eu comprei da vaqueiro).
Numa frigideira deitam uma noz de margarina. Metem ao lume e juntam os cogumelos cortados bem finos. Pus um pouco de sal, mas acho preferível não se meter senão fica muito salgado.

Depois é só mexer até ficarem um pouco mais douradinhos, sem queimar.
(e não há necessidade de cortar alho... se puderem usar margarina, obviamente)

quinta-feira, 19 de abril de 2007

Folhadinhos de salsicha

Podem funcionar como entrada, como lanche, e nas festas dos miúdos garanto que são um sucesso (ou não fossem salsichas)

Ingredientes:
- 2 embalagens de massa folhada (eu uso do mini-preç*)
- 2 frascos de salsichas cocktail (ou das normais, e nesse caso devem ser preciso 2 latas de 10 salsichas)
- 1 gema batida.


Preparação:
- Ligo o forno no máximo;
- Estendo cada folha de massa com a ajuda do rolo e com farinha até ficar no dobro do tamanho inicial (+ -), corto ao meio no sentido do comprimento e depois na altura do tamanho das salsichas cocktail, ou metade das normais;
- enrolo (sem técnica nenhuma) as salsichas em cada bocadinho da massa, e fecho com os bicos do garfo;
- coloco no tabuleiro, pode ser relativamente juntos, que não crescem muito e pincelo com a gema de ovo batida.

Não faço ideia do tempo de forno, mas é rápido, assim que estão dourados estão no ponto.

(esta semana quero fazer uma fornada para mandar para a sala do Miguel - eles adoram os 'bolinhos de salsicha)

Dá para 'rechear' com queijo e fiambre, doce de ovo, e mais que se queira...

Mixórdia da avó Nena

Esta receita é a mais rápida e deliciosa do mundo, lembra-me quando o meu pai saía e nós pediamos à mãe:
- Faz mixórdia, mãe!

A mixórdia original é com salsichas, mas pode fazer-se com as mais variadas coisas, sendo que as minhas preferidas são com salsichas (e também a do Mi) e a de bacalhau.

Ingredientes:
- Salsichas ou Bacalhau ou Cogumelhos ou Restos de Frango /.../
- 2/3 colheres de azeite ou óleo
- Batatas para fritar, em palitos (o ideal é serem mesmo batatas verdadeiras, mas em aflição já fiz com congeladas ou até batata palha de pacote)
- Ovos
- sal
- opção: salsa picada

Preparação:
1. Arranjar e fritar as batatas em palitos
2. Fritar em pouca gordura as salsichas (ou o bacalhau demolhado)
3. Juntar as batatas fritas
4. Juntar os ovos batitos
5. No caso do bacalhau junto também um bocadinho de salsa picada e azeitonas no fim

Hummmmm. Mais rápido que pedir uma pizza :o)

terça-feira, 17 de abril de 2007

Bolo de Iogurte

Ingredientes:

2 iogurtes de aromas de ananás
2 medidas* de açúcar
3 medidas* de farinha com fermento
5 ovos

*Medida: o copo de iogurte


Confecção:

Se estiverem na disposição de ter mais trabalho, separem as gemas das claras e batam as claras em castelo. Batam as gemas com os outros ingredientes e no fim envolvam as claras.

Se não estiverem para isso, batam tudo junto que fica bom na mesma :P

Vai ao forno em forma untada, +- a 180ºC, +- meia hora.

Notas: este bolo faz-se por norma com um iogurte e uma medida de óleo. Esta ideia de substituir o óleo por outro iogurte li-a numa revista para bebés (julgo que foi na Pais & Filhos mas não tenho a certeza) como ideia para bolo de aniversário de crianças pequenas. Dá um resultadão! Quanto ao aroma do iogurte, já experimentei com outros mas o de ananás é sem dúvida o que dá melhor sabor.

sábado, 14 de abril de 2007

Entrada: Cogumelos com pimentos

Ingredientes (a olho):
- Cogumelos frescos;
- Azeite;
- Alho;
- Pimentos assados (eu compro no lidl em frasco)

Preparação:

1. Laminar os cogumelos;
2. Emagar os alhos e fritá-los (sem dourar) no azeite;
3. Introduzir os cogumelos e deixar reduzir;
4. Depois de fritos introduzir os pimentos vermelhos desfiados, mexer e apagar o lume;
Servir de seguida.

Forte, mas delicioso!

quarta-feira, 4 de abril de 2007

Scones

Um lanche rápido, fácil e que os miúdos adoram.

Ingredientes:
225 g de farinha, 1 colher de chá de fermento, 1 ovo, 40 g de açúcar, 1 colher de sopa de manteiga, 6 colheres de sopa de leite.

Amassa-se tudo muito bem, fazem-se umas bolas e levam-se ao forno (+- 200º) 15 minutos.

Com manteiga, doce ou só a acompanhar um leitinho com chocolate - mnham!!

Nota a manteiga da receita pode ser substituída por margarina, embora a manteiga dê um sabor mais suave

sexta-feira, 30 de março de 2007

A partilhar...

Tenho mil e uma desculpas a pedir às meninas que se deram ao trabalho de me enviarem receitas para o mail, mas não tenho tido grande tempo.
Agora já consegui e já as juntei aqui. Um muito obrigado a elas.

Foi criada uma nova secção que está aqui ao lado esquerdo, mesmo no final. São links para outros blogs de culinárias.

Divirtam-se e tomem cuidado com o que comem ;)

Bolonhesa com Vegetais

Enviado pela Morgy:
(boa sorte com essa barriguita)

"No outro dia, e como o meu marido come sempre por três, lembrei-me de acrescentar uma série de coisas a uma bolonhesa simples. Enquanto a estava a fazer lembrei-me de vocês e como esta é uma forma fácil de pôr os miúdos a comer vegetais.

Para 4 pessoas:
250gr de carne picada
2 cenouras grandes
5 cubos de espinafres picados congelados
10 tomates xuxa (ou uma lata grande de tomate pelado)
1 cebola grande
sal, alho e oregãos a gosto

Coloca-se numa frigideira a cebola com o azeite e juntam-se as cenouras raladas. Quando a cebola já estiver molinha juntam-se os espinafres e deixa-se cozinhar. Quando os espinafres já estiverem descongelados e bem misturados com o restante junta-se a carne e deixa-se cozinhar um bocadinho, basta o suficiente para a carne ficar bem misturada com os vegetais e ficar rosadinha.
Nesta altura junta-se o tomate cortado aos bocadinhos, mistura-se bem e deixa-se a cozinhar até apurar bem. Juntar os condimentos a gosto.
Serve-se com esparguete ou outra massa.

Esta receita resulta muito bem porque como está tudo picadinho, parece que é tudo bolonhesa e nem se notam os vegetais. Para miúdos menos esquisitos podem ainda juntar-se mais coisas: alho francês, cogumelos, couve lombarda, etc.

Batatas Gratinadas

(enviado por mail pela Arraula)

"E ainda uma receita de batatas que tanto pode servir de acompanhamento como
de prato principal:
Batatas gratinadas: kilo e meio de batatas grandes
natas ou o substituto de soja da ALPRO
alho picado
noz moscada
tomilho seco (frascos da margão por ex.)
sal grosso

Descascam-se as batatas e cortam-se em rodelas o mais finas possível (quase transparentes se se conseguir). Num pirex de ir ao forno colocar umas gotas de azeite ou uma noz de manteiga e, por cima, colocar uma camada de batatas.
Polvilhar esta camada com o sal, noz moscada, o alho picado e o tomilho e cobrir com as natas. Colocar outra camada de batatas e assim sucessivamente, até "encher" o pirex.

Levar ao forno a gratinar. Esta receita, só assim, é um óptimo acompanhamento para carne assada ou rolo de carne, por exemplo.
Pode-se acrescentar às batatas, frango desfiado e cubinhos de bacon e, na última camada, polvilhar com queijo ralado. Neste caso temos um prato principal que se acompanha com uma salada verde.

Frango com Sopa de Cebola

(enviado por mail pela Arraula)

"Eu faço no forno em vez de no tacho.
2 pernas de frango por pessoa (cá em casa só se gosta das pernas)
1 sopa de cebola Knorr
1 ou 2 pacotes de nata (em vez de natas, eu utilizo o substituto de soja da ALPRO, sem colesterol e sem gordura).

É só colocar o frango num pirex de ir ao forno cobrir com a sopa e depois as natas. Nada de sal. Demora cerca de meia hora a ficar tostado e serve-se com arroz branco e salada."

Sobre o Puré de Batata

(enviado por mail pela Arraula)

"Sobre puré de batata instantâneo:
após ter experimentado vários mudei para o puré congelado. A marca Pingo Doce é óptima. Se, após descongelar em leite, se lhe juntar 1 ovo, 1 colher de sopa de manteiga, uma pitada de alho em pó e outra de noz moscada fica uma delícia e serve de acompanhamento ou para os empadões."

Trouxas de Salmão

(trazida até nós por Ana Santos)

Ingredientes:
1 embalagem de lombos de salmão
1 embalagem de cogumelos frescos cortados
folhas de espinafres frescas
Fatias de presunto finas
Sal & Pimenta
Azeite e óregãos

Preparação:
Dispor em cada papelote - que pode ser feito com papel alumínio - folhas de espinafre e cogumelos. Enrolar uma fatia de presunto em cada lombo de salmão e colocar um lombo por papelote, em cima da cama de espinafres e cogumelos. Temperar com um pouco de sal, pimenta, um fio de azeite e óregãos. Fechar os papelotes e levar ao forno para cozinhar.

quarta-feira, 28 de março de 2007

Bavaroise de Ananás

(mais uma receita cedida pela Catarina)

1 lata de ananás
1 lata leite condensado
1 gelatina de ananás (usar as 2 saquetas)
2 gemas

Fazer a gelatina com o sumo da lata de ananás (acrescentar com água o q faltar). Misturar bem o leite condensado com as gemas . Cortar o ananás em pedacinhos pequenos (para ficar mais ou menos desfiado). Envolver tudo e deitar numa taça e levar ao frigorífico.
Convém fazer de um dia para o outro. Fica muito, muito bom:)

Receita fácil de fazer, muito gostosa e rende imenso.

Delícia de Bolacha

(gentilmente cedida pela minha amiga Catarina)

1 lata leite condensado
1 lata de leite comum (meio gordo)
5 gemas
5 claras
80/100 gr bolacha maria ralada
250 gr natas (longa vida)
1 colher sopa açucar
gotas limão

Picar as bolachas na 123. Num tacinho verter o leite condensado, o leite comum e adicionar as 5 gemas. Levar ao lume mexendo muito bem até borbulhar. Retirar do lume e deixar arrefecer.
Bater as natas em chantilly e as claras em castelo, misturando-lhes o açucar e as gotas de limão. Com cuidado misturar as natas nas claras.
Numa forma de fundo falso deitar a bolacha ralada, depois um pouco de creme de leite, seguindo da mistura das natas e por fim cobre-se com a restante bolacha.
Levar ao congelador até solidificar. Convém retirar 15 m antes de servir.

terça-feira, 27 de março de 2007

Restos de Frango Assado

Sobrou frango assado do dia anterior?
Aquecer no micro ondas fica demasiado seco?
Não vos apetece meter o frango nuns ovos mexidos?
Não querem inventar grande coisa?

Numa frigideira meti um pouco de azeite. Umas rodelas de tomate mais maduro e deixei um pouco ao lume, sempre a mexer (o tomate desfaz-se).
Cortei o frango frio assado aos bocadinhos e 'fritei' no azeite e tomate o tempo suficiente para aquecer e tomar algum sabor.



Ficou mais macio e com saborzinho.
Acompanhei com esparguete.

E pronto...

Estou viciada nas tartes da Karla, antes de ontem foi de Bacon e Espinafres.

De-li-cio-sa!

Inox sem manchas

Para lavar/limpar os inox e ficarem sem manchas (acho que é só os mais baços, não sei se se chamam escovados).
Depois de lavados normalmente passar com papel de cozinha ligeiramente embebido em glicerina liquida.
Não ficam nada gordurosos.
(truque ensinado por um senhor da manutenção dos elevadores)

Lasanha e Bolonhesa - Mais ou menos rápido

Em casa sou a unica dos 3 que gosta de Lasanha, mas como eles gostam de bolonhesa eu faço a carne que depois dá para a minha lasanha e para a bolonhesa deles.

Ingredientes:

- Carne picada (peço para misturarem metade de porco, metade de vaca)
- Azeite
- Cebola
- Polpa de tomate
- Vinho branco
- Louro
- Salsa
- Alho
- Folhas de lasanha
- 1 embalagem de mozzarella (uso do Mini Preç*)
- 1 embalagem de bechamel (uso Parmal*t)
- Sal

Preparação da carne (que dá para a lasanha e para a bolonhesa):
1. Picar a cebola e o alho
2. Refogar em azeite com a folha de louro, a salsa e a polpa de tomate. Quando tiver a cebola transparente:
3. Junto o vinho branco e trituro tudo com a varinha mágica
4. Deixo apurar mais um bocadinho e junto a carne picada (há quem junte também cenoura ralada ou picada)
5. Deixar cozinhar
6. Temperar de sal e eventualmente de picante

Montar a lasagna:
1. Camada de carne picada
2. Camada de bechamel e queijo
3. Camada de folhas de lasanha (previamente "cozida" de acordo com as instruções)
4. Passo 1., 2., e 3
5. Termino com muito molho bechamel e mozzarella
6. Levar ao forno até ficar bem douradinho

A bolonhesa:
1. Cozer o esparguete al dente
2. Pôr uma concha de carne picada
3. Polvilhar com parmesão e salsa picadinha

Frango Assado Fácil e Rápido

Ingredientes:
- 1 Frango Inteiro
- 1 Limão
- 2 Cubos de caldo de carne
- Óleo
- Sal
- Facultativo: alho e massa de pimentão

Preparação:
1. Picar o limão, colocá-lo dentro do frango juntamente com um caldo de carne
2. Fazer uma pasta com o alho e a massa de pimentão e o sal, barrar o frango com esta pasta
3. Derreter o caldo de carne no óleo e pôr por cima do frango
4. Levar ao forno a assar

Acompanhamento:
- Puré de batata;
- Batatas fritas;
- Salada.

terça-feira, 20 de março de 2007

Salada de tomate e queijo feta

Ingredientes

Tomates vermelhos e duros, de preferência cereja, 1 queijo feta (ou qualquer queijo de cabra), azeitonas pretas, manjericão fresco, azeite e vinagre.

É uma salada que pode acompanhar uma refeição ligeira ou servir como entrada.


Cortam-se os tomates e o queijo em cubos pequenos, pica-se o manjericão, juntam-se as azeitonas e tempera-se de azeite e vinagre.
Servir imediatamente

domingo, 18 de março de 2007

Indecisões

Esta noite, entre umas almondegas e a tarte da Karla decidi-me pela ultima. Esqueci-me da fotografia porque o cheirinho que emanava do forno era delicioso e eu estava cheia de fome.

Verdade seja dita eu duvido sempre um bocadinho das receitas com atum, porque acho que algumas ficam enjoativas. Esta tarte foi uma agradável surpresa, ficou baixinha e arrefeceu num instante, acompanhei com uma salada de alface e cebola a puxar para o envinagrado. Adorei!

Da próxima experimento com um dos outros "OU" :)

(Ah, a tia estava cá a jantar e não resistiu a perguntar-me a receita)

sexta-feira, 16 de março de 2007

Paté de atum

(na continuação do post da Ana Bond)

Ingredientes:
- 2 latas de atum escorrido (em óleo)
- 2/3 dentes de alho picado (também já fiz com alho em pó, mas não é rigorosamente a mesma coisa)
- Maionese a gosto
- Ovos cozidos

Preparação:
Copo e varinha.

Para uma apresentação mais cuidada, cortar os ovos ao meio, pôr apenas as gemas no patê e rechear as meias claras com o preparado.

Paté de Delícias do Mar

> Ingredientes:
Delícias do Mar q.b.
Maionese conforme o gosto
Um ovo cozido (ou dois, conforme a quantidade)
Pickles

> Preparação:
Tudo para dentro de um copo e varinha mágica em cima.
Não sei quantidades... é conforme o gosto.

quinta-feira, 15 de março de 2007

Primeira sopa

A 1.ª sopa dos meus filhos:

Ingredientes:
2 Batatas pequenas
2 Cenoura grandes
Pouca alface
1 Colher de azeite

Preparação:
Cobrir os legumes de água e deixar cozer, cozer, cozer.
Triturar com a varinha até ficar tudo muito bem triturado
Voltar a pôr no tacho com a colher de azeite e assim que começar a ferver apagar o lume.

(Dica para os bebés que não 'pegam' na sopa, mas que comem bem a papa: deixar a sopa mais rala e engrossar com um bocadinho de papa.)

Ana, já cá está a primeira receita para bebés.

Tarte de Requeijão


2 requeijões
350g de açúcar (pode reduzir-se um pouco dependendo do gosto mais ou menos doce)
50g
manteiga derretida
5 ovos inteiros
100g de farinha


Mistura-se tudo e vai ao forno!!
É uma boa receita para se fazer com miúdos e para festas ou só para variar podem usar-se forminhas pequenas tipo queques mas nesse caso convem dobrar a receita porque não rende tanto!

Salada da minha sogra

- Esparguete cozido (claro...);
- Fiambre e queijo aos quadradinhos;
- Maionese e coentros (essencial, sem coentros não 1/3 da piada).

Corta-se o esparguete aos bocadinhos, misturam-se os restantes ingredientes.... comer fresquinha ... não vos digo nem vos conto.... no verão!

(a minha sogra faz uma maionese caseira... ai que foooooome!)

Arroz no forno

Hão-de haver mais formas de fazer, mas eu faço assim:

- Refogado com cebola, alho e azeite e louro;
- Arroz lá para dentro (deixo fritar um bocadinho);
- Água a ferver (eu uso a técnica das 2 medidas de água para 1 de arroz) e sal;

Quando ferver, é só deitar num pirex e vai ao forno durante 20m na temperatura máxima.

Novidades

Finalmente uma receita tem fotografia!!!
Frango Simples e Saboroso

Até merece um post só para isso... mas como aqui temos de poupar espaço, não vá a gerência reclamar, há mais 'anúncios':

Novas secções criadas:
Entradas
Saladas

Secção em stand by por falta de uma receita (só posso criar a secção depois de uma receita publicada):
Para Crianças e Miúdos

Toca a tirar fotos e enviar para o email descrito.
Abraços.

Salada às cores

Com o tempo a aquecer voltam as saladas...

Ingredientes.
- 1/2 pacote de massa espiral
- 1 lata de pêssego
- Delicias do mar (q.B.)
- Atum (q.b.)
- Milho doce
- Miolo de camarão
- Alface
- Tomate
- Ovo cozido

Preparação.
Cozer a massa durante 7/8 minutos. Entretanto, colocar os restantes ingredientes numa saladeira grande. Quando a massa estiver cozida, passar por água e juntar aos restantes ingredientes. Envolver tudo e... voilá... Bom apeteite!

Cá em casa servimos com molho cocktail...

(Obrigada Titá)

Frango da Titá

Ingredientes:
- Frango
- Vinho Branco ou Limão
- Alho
- Sal
- Polme "Frita fácil"

Preparação:
1. Cortar o frangos aos bocadinhos
2. Temperar com vinho branco ou limão, alho e sal (deixar a marinar)
3. Passar pelo polme, e fritar em óleo abundante
(Fica assim uma espécie caseira de KFC)

Acompanhamento:
- Arroz de ervilhas ou cenouras;
- Salada mista.

quarta-feira, 14 de março de 2007

Torta de ...


Uma óptima ideia para restos ou situações do tipo “pânico: não tenho nada par ao jantar”

Massa:

1 chávena almoçadeira de farinha
1 chávena almoçadeira de leite
uma colher de sopa de manteiga
2 ovos inteiros
sal e pimenta a gosto

mistura-se tudo e vai ao forno, simples não?!

Recheio:

Atum
Pode fazer-se um refogado com cebola, tomate e atum. Acrescentar legumes a gosto ou milho, ou cenoura cortada... no fundo tudo aquilo que se quiser!

É uma receita boa para aproveitar restos de carne ou peixe

Farinheira com ovos

Ora para entrada começamos com uma farinheira com ovos ;)

Ingredientes:

1 Farinheira (já experimentei várias boas, a do P.Doce não gostei nada)
6 Ovos

Preparação:
1. Tirar a pele à farinheira, pôr numa frigideira anti-aderente, e desfazer aos bocadinhos com a colher de pau;
2. Quando já tiver derretido a gordura e tiver um aspecto douradinho bater os seis ovos e misturar;
3. Deixar cozinhar os ovos, deixando-os húmidos.

Acompanhar:
Tostinhas, pão torrado, pão fresco.

(Não me responsabilizo pelo valor calórico das minhas receitas)

segunda-feira, 12 de março de 2007

Pudim de Leite Condensado

portanto, nada, nada calórico. ;p

1 lata de leite condensado
2 medidas de leite (da lata de leite condensado)
3 gemas
2 ovos inteiro

Mistura-se tudo, coloca-se numa forma previamente caramelizada e vai a o forno.
Temperatura máxima, durante 35 m. Nos ultimos 10 m colocar uma prata por cima para não queimar.

Mas é tão bom...

sexta-feira, 9 de março de 2007

Tarte Simples de Maçã com Passas

> Ingredientes:
2 base de massa folhada (podem também usar massa quebrada)
Maçãs reineta
Passas
Sumo de um limão
3 colheres de açúçar (há quem goste de mais açúcar e meta mais. outros que nem metem tanto)
Açúcar e canela

> Preparação:
Cortam-se as maçãs em quadradinhos pequenos e mete-se num tacho. Junta-se o sumo de limão e o açúcar. Vai ao lume e vai-se mexendo até a maçã ficar mole. Juntam-se as passas e deixa-se mais um pouco ao lume, sempre mexendo para não se queimar.
Numa tarteira coloca-se a massa folhada, picando o fundo, e despejar o preparado. Coloca-se a outra base de massa por cima, fazendo alguns golpes ao longo da massa (eu até costumo cortar a massa em tiras e colocar em cima umas na horizontal e outras na vertical para criar um visual mais atractivo - quadrados - de modo a notar-se o recheio). Polvilhar com um pouco de açúcar e canela.
Vai ao forno o tempo segundo as instruções da massa.

Tarte Simples de Maçã

> Ingredientes:
1 base de massa folhada (podem também usar massa quebrada)
Maçãs reineta
Açúcar e canela

> Preparação:
Numa tarteira coloca-se a massa folhada, picando o fundo.
Cortar as maçãs às fatias e ir colocando na tarteira em camadas, polvilhando com açúcar e canela entre elas. Eu costumo ter três camadas.
Em cima da última, pode-se colocar uma camada de açúcar maior para ficar cristalizado...
Vai ao forno aquecido por uns 40 minutos, mais coisa menos coisa.
(nunca sei tempos porque faço tudo a olho)

quinta-feira, 8 de março de 2007

Frango de caril

Os miúdos gostam de frango. O frango sabe cada vez mais a papel de jornal (pudera, criado em 30 dias!). É preciso dar-lhe algum sabor sem ser uma receita complicada.

Ingredientes

1 frango, limpo de peles e partido miúdo. Óleo de palma, 2 colheres de sopa (cs) (o azeite tb serve, mas uma lata de óleo de palma dura imenso), 1 lata de leite de coco, 2 cs de caril, 1 cebola, 2 dentes de alho, pimenta ou piri-piri a gosto, salsa picada (facultativo).

Preparação


Refogar ligeiramente a cebola e o alho picados no óleo de palma, juntar o frango e alourar. Sal e caril, mexer até cheirar a caril, juntar água e deixar ferver cerca de 30 mn.
Junta-se o leite de coco e os outros condimentos, levanta fervura ou até o molho espessar, se estiver líquido.
Junta-se a salsa picada e já está.

Eu acompanho com fuba, puré de batata ou arroz branco.

Pedido...

Às meninas pseudo-cozinheiras do blog e não só, peço-vos para quando fizerem/experimentarem uma receita que tirem fotos.
Depois mandem-me a foto para o mail e se não forem a autora do post da receita, pedimos licencinha para colocarmos no respectiva lugar.

comapetite@gmail.com

Quero fotos deliciosas, de chorar por mais :D

Frango Simples e Saboroso




> Ingredientes:
1 frango aos bocados
1 cerveja
um copo de água
um pacote de sopa de cebola OU um pacote de sopa de rabo de boi (prefiro da Knorr)

> Preparação:
Num tacho coloca-se a cerveja, o copo de água, o preparado da sopa e mexer bem. Juntar o frango (não se coloca sal porque a sopa já é salgadinha).
40 minutos ao lume e voilá.
Mais simples que isto? E fica bem tenro (40 minutos é muito) e com um sabor diferente.

> Dicas:
Acompanhar com puré de batata ou esparguete. O molho é delicioso.

Mousse Light de Morango

Ingredientes

2 pacotes gelatina de morango light
4 iogurtes morango light

Preparação
Fazer a gelatina normalmente mas em vez de usar 1 l de água usar só 800 dl.
Deixar arrefecer um pouco e acrescentar os iogurtes .
Envolver e levar ao frigorifico até solidificar

Et voilá!

Nota: pode ser feito com qualquer outro sabor

Na minha estreia aqui, um rolo de carne com nozes!

Ingredientes

250g de carne de vaca
250g de carne de peru (ou quaisquer outras!)
200g de nozes picadas
200g de espinafres congelados
4 fatias de pão de forma sem côdea
1 ovo
sal q.b.
pimenta q.b.
leite q.b.

preparação
Deitar leite num prato e deixar repousar durante uns minutos as 4 fatias de pão.
Descongelar, no micro-ondas, o espinafre e escorrer a água a mais.
Numa tigela, misturar as carnes. Juntar as fatias de pão (bem escorridas) e misturar tudo. Juntar as nozes picadas e um ovo inteiro com a carne e misturar tudo. Temperar a gosto com sal e pimenta. Untar uma folha de alumínio e dispor lá a carne. Por cima espalhar os espinafres e enrolar como se fosse uma torta. Colocar numa travessa previamente untada e levar ao forno (cerca de 210º) durante 45 minutos.

Acompanhar com massa.

Empadão de atum

- 2 pacotes de puré de batata
- 3 latas de atum
- 1 cebola
- 1 alho
- 50 g de margarina
- 1 colher de maionese
- queijo fatiado
- salsa qb
- pimenta qb
- sal qb


Preparação

Levar ao lume a margarina com o alho e a cebola picados. Quando começar a alourar, deitar o atum previamente escorrido. Mexer e deixar fritar um pouco. retirar do lume, juntar a maionese e a salsa, envolver e temperar a gosto com sal e pimenta.
Entretanto preparar o puré de batata. Quando este estiver pronto, colocar o forno a aquecer a 220º. Untar um pirex, colocar uma camada de puré, dispor o preparado de atum, depois as fatias de queijo e, finalmente, nova camada de puré. Bater uma gema, espalhar por cima e levar a gratinar.

Fica delicioso com salada de alface.

Tarte Surpresa

1 folha de massa quebrada
2 pães duros
4 ovos
1 lata de atum escorrido, um pouco de delícias do mar
1 alho francês ou cogumelos ou espinafres cozidos ou cenoura ralada ou o que nos der na real gana
leite qb, sal, pimenta, noz moscada a gosto

Desenrola-se a massa para uma tarteira, pica-se com um garfo.
Partem-se os pães para uma tijela e cobrem-se com leite , para amolecerem completamente.
Mistura-se tudo muito bem (pode ser à mão ou com uma colher de pau). O alho francês e os cogumelos são laminados.
Deita-se a mistura na tarteira, leva-se ao forno a 220º cerca de 30mn. Um pouco antes de desligar pode-se pôr um pouco de queijo ralado.

Faço esta tarte também com restos de carnes picadas finamente.
Os putos gostam, é nutritiva, rápida e tem bom aspecto.


Com a ajuda da cozinheira de 4, Eva Lima

Bavaroise de Manga

1 Lata de leite condensado
2 Pacotes de natas de 200ml
1 Embalagem de gelatina de frutos tropicais (de cor laranja)
1 Lata de polpa de manga das pequenas
Sumo de limão (opcional)

Bata-se o leite condensado com a batedeira até ganhar bolhas. Juntam-se as natas e bate-se novamente. Juntam-se 4 a 5 colheres de sopa de polpa de manga. Pode-se juntar um pouco de sumo de limão para cortar um pouco o doce.
Desfaz-se uma embalagem de gelatina em 250ml de água. Leva-se ao lume até levantar fervura. Junta-se ao preparado anterior.
Coloca-se numa tarteira de fundo amovível. Vai ao frigorífico.

Na altura de servir espalha-se o resto da polpa de manga por cima da bavaroise que esteve estar bem fria.


Novamente com a contribuição simpática da susana_pal
DICA – pode-se substituir a gelatina por outro sabor e usar a fruta desse sabor.
Eu experimentei com polpa de papaia e polpa de maracujá e não apreciei muito. Mas gostei imenso da que fiz com morangos (gelatina de morango; morangos passados pela varinha mágica; por cima da bavaroise morangos cortados a decorar).
Ainda não experimentei com pêssego, nem ananás.

Lagosta Fingida

1 Embalagem de pescada congelada n.º5 de 800 gr (em alternativa pode-se usar lombos, centros ou medalhões)
1 Lata pequena de tomate pelado
5 Ovos
Sal qb
Pimenta qb
Maionese (opcional)

Coze-se a pescada. Enquanto isso batem-se os ovos, desfaz-se o tomate com a varinha. Juntam-se os ovos e o tomate desfeito, previamente passado por um passador para tirar as sementes. Junta-se a pescada arranjada em lascas. Tempera-se com sal e pimenta. Coloca-se num pirex untado com manteiga. Vai ao forno. Retira-se quando se coloca um palito e este fica seco.

Dica – Pode-se servir frio ou quente, com ou sem maionese.
Por incrível que pareça cheira e sabe a marisco, daí o nome da receita.


Novamente com a contribuição simpática da susana_pal

Frango no Microondas

Peitos de frango
Cebolas
Tomate
Sal
Alho picado
Sumo de limão
Salsa
Vinho branco
Azeite

Tempera-se os bifes com sal, alho picado, sumo de limão e salsa.
Num pirex que possa ir ao micro ondas, coloca-se azeite, cebola às rodelinhas, vinho branco e tomate (polpa ou fresco partido aos bocadinhos). Por cima coloca-se os peitos de frango.
Coloca-se o pirex no micro-ondas (com a tampinha) em potência máxima durante 8 minutos. Se os peitos de frango forem muito altos é melhor virá-los ao fim desse tempo e pô-los no micro-ondas por mais uns 5 minutinhos.

Ficam muito bons e não precisam de vigilância, por isso dá para ir dando banho às criancinhas enquanto o frango se faz.

Acompanhado por legumes cozidos ou uma massinha cozida ficam muito bem.


Gentilmente enviado pela Catarina

Dica de arroz

Eu uso muito o Arroz Basmati da Saludães.
Não tenho paciências para refugados e além disso detesto encontrar cebola no arroz.

Este arroz, passo a publicidade - e sem comissões -, é facílimo de fazer e 'já vem com sabor'.
Meto o arroz em água quente, muito mais água que arroz (não apenas a regra dos dois copos de água para um de arroz) com sal (um pouco a mais que o normal).
Não ligo a tempos, há fogões mais rápidos que outros. Vou experimentando o arroz. Quando estiver pronto, tiro e passo por água fria (para tirar a goma que inicialmente não sai toda, e além disso para parar a cozedura do arroz e ficar bem soltinho).
Depois posso aquecê-lo um bocadinho no micro-ondas, para não ficar frio.

Podemos juntar várias coisas.
Cozer cenoura na água antes de colocar o arroz.
Ou juntar ervilhas na cozedura.
Até podemos colocar passas uns minutinhos antes do arroz ficar totalmente cozido.
Ou simplesmente colocar umas nozes de margarina depois de passar o arroz pela água fria e colocar um bocadinho no micro-ondas para derreter a margarina e aquecer ao mesmo tempo o arroz.

Depois... inventem.
Eu acho que o arroz é muito saboroso. Mas é um pouco mais caro que o normal, lá isso é.

(já agora, eu não gostei das outras marcas que comprei. mas é tudo uma questão de gostos)

Lavar o micro-ondas

À conta da Oprah e de uma mulher muito mas mesmo muito badalhoca, aprendi a melhor maneira de lavar um micro-ondas:

Uma tijela com água e rodelas de limão durante uns 10 minutos.
Tira-se a tijela e com um pano húmido é só passar pelas paredes do micro ondas.
Tira gorduras, tira cheiros e fica limpinho... sem stresses.

(só tenho micro ondas há 2 anos... e se eu não sabia, pode ser que haja mais gente a não saber)

Dica para puré de batata instantâneo

Eu compro o da Maggi e, em vez dos 250 ml de leite que eles mandam juntar, junto 200 ml (um pacote) de natas light. O marido, que torcia o nariz ao puré de batata instantâneo, não quer outra coisa!

Já experimentei com outras marcas e não é a mesma coisa. Tem de ser Maggi, e tem de ser com natas :)

Degustação do empadão de peixe

Ora fiz ontem o Empadão de Peixe para o jantar, e meninas, é de comer e chorar por mais. A filha comeu espinafres, o pai comeu peixe cozido e a mãe também comeu os espinafres e mais que houvesse!

Limitei-me a substituir os espinafres picados por esparregado (4salti da Iglo) e SE ficou bom! :)

Novas secções

Estão abertas as novas secções:

Dicas
e
Degustações

Para dicas pequenas de tudo e mais alguma coisa.
E para os vossos elogios, comentários, sugestões e afins para ficar tudo juntinho.

quarta-feira, 7 de março de 2007

Peixe ao sal

(que só conheci através da cozinheira-mor Ana Bond ehehh)

Ingredientes
(reparem lá na curta lista de ingredientes ãh??)
Peixe (gosto muito de robalo e dourada, mas pode ser qualquer peixe de forno desde que bem fresco)
Sal (o suficiente para cobrir o peixe)


Coloca-se sal numa travessa de modo a que o peixe não tenha contacto com esta e em cima o peixe. O peixe deve ser arranjado, mas nunca se devem retirar as escamas. Cobre-se bem o peixe com mais sal e vai ao forno. Voilá, tão simples como isto!

No final, é só retirar o sal e está pronto.

Puré de Batata com Legumes

Uma ideia simples e boa para crianças que não gostam de comer legumes.


Faz-se o puré de bata tradicional ("verdadeiro") ou instantâneo e acrescenta-se cenoura ralada previamente cozida ou espinafres. As quantidades devem depender do gosto e da “esquisitice” das crianças.

Peixe Assado com Legumes

- peixe para assar (a gosto)
- cenouras
- cebola
- legumes variados (a gosto)
- natas

Faz-se o refugado tradicional e depois de pronto coloca-se numa tabuleiro para ir ao forno com um pouquinho de azeite e junta-se o peixe. No fim rega-se com as natas (o pacote todo ou não conforme se queira).

Acompanha com batatas cozidas.

terça-feira, 6 de março de 2007

Empadão de peixe

Ingredientes
Lombos de pescada congelados
Espinafres picados congelados
Puré de batata (pode ser feito por nós ou de compra)


Levam-se os lombos de pescada a cozer. Depois de prontos desfazem-se em lascas.
Ao mesmo tempo cozer os espinafres (podem ser espinafres frescos, mas congelados é muito mais prático. O mesmo acontece com os lombos de pescada, que têm a enorme vantagem de não terem espinhas, especialmente os lombos de pescada congelados Pingo Doce).

Numa travessa coloque os espinafres seguidos do peixe em lascas. Regue com azeite e cubra com o puré de batata. Pincele com ovo batido. Levar ao forno a alourar.

Dica 1: excelente prato para quem tem crianças, mesmo quando não gostam de espinafres, porque são fáceis de misturar e "disfarçar" nos restantes ingredientes (daí preferir espinafres picados e não em folha).

Dica 2: quando congelo não pincelo com o ovo antes de congelar, faço-o no dia em que o consumo.

Dica 3: O puré de batata não costumo comprar feito. Cozo batatas, desfaço em puré, adiciono um pouquinho (pouco) de margarina, um pouco de leite até ficar com a consistência que desejo e depois adiciono um ovo batido. Misturo tudo bem e já está prontinho a usar no empadão. (acho que não é esta a forma tradicional de fazer puré, mas é assim que faço)

Cheesecake

(foto a colocar)

> Comentários:
Simples, rápido e bem gostoso...

> Ingredientes:
1 pacote de bolacha maria (uso as Oro, são mais deliosas)
125 gr de margarina derretida
3 queijos frescos (uso médios)
4 folhas de gelatina branca demolhadas em água fria
4 dl de natas (uso da mimosa, frescos)
6 colheres de sopa de açucar
doce de morango


> Preparação:
Moer as bolachas na picadora. Juntar a margarina, misturar bem e espalhar numa tarteira. Colocar no congelador para ficar bem duro.
Com a varinha mágica bater os queijos frescos com a gelatina dissolvida, o máximo que puderem para a gelatina não se notar depois. Juntar as natas e o açucar e bater até o preparado ficar com as natas bem batidas.
Colocar em cima da base já dura e colocar novamente no congelador.
30 minutos antes de servir retirar do congelador e colocar uma camada fina de doce de morango. Deixar no frigorífico até servir.

> Dicas:
Nunca demolhar a gelatina em água morna ou quente... é que assim que juntarem ao preparado, ela 'congela' e ficam grumos de gelatina, o que não é agradável de se apanhar.
Eu só tiro o cheesecake do congelador uns 10 minutos antes. Assim fica muito fresquinho, não enjoa nada e para mim sabe muito melhor.

email disponível...

Para nos enviarem as vossas dicas, aqui fica um contacto:
comapetite@gmail.com

Usem e abusem... e todas nós agradecemos.

Frango com Leite de Côco

Peitos de frango q.b.
Cebola
Azeite
Polpa de tomate
Sal
Limão
Vinho branco
1 a 2 garrafas de leite de coco (depende da quantidade de frango)

Refoga-se a cebola com o azeite (até ficar translúcida). Junta-se o frango cortado aos cubos e temperado com sal e limão (podem pôr alho e ervas aromáticas). Tapa-se e deixa-se cozinhar em lume brando. Quando a carne começar a perder o líquido que soltou entretanto junta-se polpa de tomate e vinho branco. Quando a carne estiver quase cozida, junta-se o leite de coco e deixa-se engrossar.
Serve-se com arroz branco (costumo usar basmati) ou batata cozida.


Com a contribuição simpática da susana_pal

Macarrão com Atum

400gr de macarrão
2 latas de atum (uso uma em azeite a outra em água)
2 pacotes de natas
Queijo ralado grosso q.b.

Coze-se o macarrão com sal. Numa tigela desfaz-se o atum com o garfo (pode-se pôr um pingos de limão), juntam-se as natas (não costumo temperar, mas para gosta de comida mais apaladada pode juntar sal e um pouco de pimenta). Envolve-se este preparado no macarrão cozido. Coloca-se tudo num tabuleiro/pirex. Polvilha-se com o queijo ralado. Vai ao forno a gratinar.

Sugestão: servir acompanhado de salada.

Com a contribuição simpática da susana_pal

Pescada Gratinada















Lombos ou medalhões de pescada q.b.
Batatas q.b.
Legumes (Bróculos ou couve-flor) q.b.
1 pacote de natas
Queijo ralado grosso q.b.

Cozem-se as batatas, os legumes e o peixe. Coloca-se o peixe no centro de um pirex/tabuleiro, colocam-se as batatas e os legumes à volta. Põem-se as natas por cima e polvilha-se com o queijo ralado.
Vai ao forno a gratinar.

Com a contribuição simpática da susana_pal

Salmão no Forno

Esta é a coisinha mais simples que eu alguma vez vi:

Coloquem a posta de salmão numa folha de papel de alumínio, temperem com sal e pimenta, um pouco de azeite, alho picado e ervas aromáticas a gosto.

Fechem bem a folha e levem ao forno por cerca de 30 minutos...

Com um arrozinho branco!! Or whatever....

(arre que já deito salmão e bacalhau pelos olhos!)

Bacalhau com Delícias do Mar

(foto a colocar)

> Comentários:
Esta receita não sei quantidades, é tudo a olho.
Não é tão rápida como se quer, mas fica excelente e para festas sempre é diferente.

> Ingredientes:
Bacalhau (eu uso dos congelados)
Sal
Cebola
Azeite
Alho
Batatas fritas palha
Pimenta
Louro
Camarões pequenos descascados
Delícias do mar
Salsa
Queijo mozzarela

> Preparação:
Cozer o bacalhau com sal (a maioria dos lombos congelados não têm muito sal) mas não totalmente. O suficiente para se conseguir cortar em pedaços pequenos ou mesmo desfiar.
Num tacho fazer um pequeno refugado com azeite, a cebola e o alho. Deitar o bacalhau e mexer. Adicionar as batatas palha, a pimenta, uma folha de louro, e rectificar o sal, se necessário.
(se ficar muito seco, adicionar um pouco de leite ou natas, o que houver à mão).
Quando estiver quase pronto adiciona-se os camarões previamente cozidos, as delícias do mar e salsa.
(eu costumo tirar sempre a folha de louro por esta altura)
Vai tudo para um tabuleiro e cobre-se com o queijo. Mete-se no forno o tempo suficiente para ficar com o queijo derretido.


> Dicas:
Se for para uma festa ou um jantar de amigos ou família, podem sempre fazer tudo muito mais cedo sem colocar o tabuleiro no forno. Depois é só o tempo de aquecer e derreter o queijo.

segunda-feira, 5 de março de 2007

Empadão de frango *

Ingredientes principais
2 bases de massa folhada (compro massa fresca já pronta no hiper)
Frango
Cebola, alho q.b
Azeite q.b.
Tomate
Louro
Salsa
Pimento

São várias as possibilidades para esta receita. Vou dar uma ideia do que faço e depois, cada uma de vós dá asas à imaginação e vai experimentando e personalizando!

Pica-se cebola, alho e refoga-se num pouco de azeite. Mistura-se um pouco de tomate, 1 folha de louro, salsa, pimento e o frango cortado em bocados e leva-se tudo a estufar (normalmente uso panela de pressão porque é muito mais rápido e prático). Quando o frango já está quase estufado, adiciona-se cenoura em rodelinhas finas, cogumelos e cubinhos de bacon (aqui entra a vossa imaginação, adicionem os vossos ingredientes preferidos).

Assim que estiver pronto, retira-se peles e ossos do frango e esfia-se.

Numa travessa coloca-se uma base de massa folhada e pica-se com um garfo. Por cima coloca-se o frango já desfeito, e o restante preparado de cenoura, cogumelos e cubinhos de bacon. Rega-se com um pouquinho de molho do estufado se o frango estiver muito seco (mas muito pouco ou a massa vai ficar demasiado húmida). Cobre-se com a outra base de massa folhada e pincela-se com ovo batido. Vai ao forno (ver na embalagem da massa folhada os tempos e temperaturas pois pode variar de marca para marca).

Pode servir-se quente ou frio.

Dica 1: Este prato é excelente para quando se tem visitas. O frango pode estufar-se previamente e, antes um pouco de as visitas chegarem, é só colocar entre as bases de massa folhada e levar ao forno. Assim podem estar lindas e maravilhosas quando as visitas chegarem, nada de stress e a casa sem cheiros a comida!

Dica 2: Pessoalmente gosto muito deste empadão frio. Por isso normalmente faço em maior quantidade para guardar para almoços e/ou jantares do(s) dia(s) seguinte(s).


* não me responsabilizo por danos no aparelho digestivo de quem tiver a coragem de experimentar as minhas receitas.

Tarte/Quiche

(chamem o que quiserem)

Ingredientes constantes:
1 base de massa folhada, quebrada ou de pizza (prefiro a de pizza, mas fica bem com qualquer uma das outras), daquelas já estendidas que é só desenrolar e cozinhar
3 ovos (grandes)
1 pacote de natas (uso as light)
100 ml de leite (sensivelmente metade do pacote de natas)
Sal

Ingredientes variáveis:
2 latas de atum (uso ao natural, conservado em água e sal, tem um sabor menos intenso)
OU
Queijo e fiambre
OU
salsichas às rodelas
OU
Restos de carne: qualquer carne, já cozinhada, picada na picadora (bifes, carne assada, febras, qualquer coisa)
OU
Qualquer coisa que achem que fica bem, eu não tenho grande imaginação por isso fico-me por estas ideias.


Preparação:
Tirar a base de tarte do frigorífico.
Pré-aquecer o forno sensivelmente a 180ºC.
(se se fizer com atum, abrir as latas e deixar escorrer)
Numa taça deitar os ovos, as natas e o leite, juntar um pouco de sal e bater tudo até ficar bem misturado e líquido.
Estender a base de tarte na tarteira. Estas bases vêm com uma folha de papel vegetal que nem convém tirar - facilita depois na altura de servir.
Picar a base de tarte com um garfo para evitar que se formem bolhas de ar durante a cozedura.
Misturar na taça o ingrediente variável*.
Deitar para a tarteira.
Levar ao forno a 180ºC durante mais ou menos meia hora, o mais em baixo possível.

Dicas:
Se a tarteira for muito grande e o recheio assim não chegar, acrescente-se um ovo e mais 100 ml de leite.

Arroz de Salmão

Esta foi a madrinha do Biléu que "inventou", mas estava tão, mas tão bom... se bem q as mãos dela não são as minhas, um dia destes tenho q experimentar:

Lombos de salmão;

Refogado, com azeite, cebola, alho e louro (eu faço sempre assim...), juntam-se os lombos do salmão partidos aos quadrados, deixa-se refogar um pouquinho e põe-se um bocadinho de colorau, junta-se água (eu ponho directamente da chaleira) e qdo estiver a ferver, junta-se o arroz e sal a gosto.

Este ficou assim para o malandro... como molhinho... até o Gabriel comeu!! (sim tenho um filho que come somente para viver...)

Bacalhau e Espinafres no Forno

Cozer o bacalhau e desfiar (eu não vou nessa do bacalhau já desfiado que se compra no super).
Cozer espinafres picados (congelados!).
Batatas fritas palha (pacotes).
Natas ou bechamel.

Refogado com azeite, cebola, 1 folhinha de louro e alho. Espeta-se o bacalhau lá para dentro, mistura-se tudo muito bem misturadinho. Depois os espinafres, volta a remexer, por fim as batatinhas e as natas. Envolve-se tudo muito bem, coloca-se numa travessa, queijo ralado por cima e vai ao forno a gratinar… espectáculo… bué dietético… ;p

Não me perguntem quantidades pq não faço ideia, eu como sou muita boa a cozinhar (cof cof) faço tudo a olho….

Filetes de Pescada com Alho Francês




Na altura achei piada á receita pelo facto de se poder fazer com os filetes ainda congelados. Nem sei onde a li...

Então é assim:

Untar a travessa com azeite (pouco), colocar os filetes ainda congelados, depois os alho francês cortado ás rodelas por cima dos filetes e regar com azeite novamente (não muito).

Há "quem" já tenha feito com os filetes temperados e diz que fica melhor!

Aquilo é super rápido.. tipo uns 30m?

Acompanhado com um arrozinho branco! Tá safo! ;p

(é claro que para os meus gajos tenho q tirar todos e quaisquer indícios de alho francês...)

Doce Simples

(foto a colocar)

> Ingredientes:
2 pacotes de natas
1 lata de leite condensado
1 pacote de filipinos ou joaninhas (bolachas de chocolate preto, de preferência)

> Preparação:
Bater as natas sem açucar. Juntar o leite condensado.
Picar as bolachas e juntar ao preparado.
Colocar no congelador e voilá... sobremesa instantânea e simples.


> Dicas:
Podemos trocar as bolachas por morangos ou pêssegos em calda ou até ananás. E parece um gelado se não descongelarem antes de servir.
A ideia é colocar algo mais ácido ou amargo para contrastar com o doce do leite condensado (apesar dos pêssegos não serem nem uma coisa nem outra, já experimentei e ficou bom na mesma).

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Bacalhau simples no forno

(foto a colocar)

> Comentários:
Receita mais que normal, mas a ideia é juntar elas todas.
Compro bacalhau congelado sempre... manias.

> Ingredientes (para 2 pessoas):
2 lombos de bacalhau
Sal
Azeite
4 dentes de alho (conforme o gosto)
Batatas pequeninas

> Preparação:
Cozer o bacalhau com sal (a maioria dos lombos congelados não têm muito sal) e tirar uns minutos antes. Cozer também as batatas com sal.
No tabuleiro coloca-se azeite para ficar com uma pequenina altura (talvez meio dedo), o alho cortado ou esmagado, os lombos de bacalhau e as batatas.
Levo ao forno quente uns 10 minutos, durante os quais vou regando os lombos com o azeite.


> Dicas:
Costumo cozer batatinhas pequeninas sem tirar a casca, e antes de colocar no tabuleiro para ir ao forno, dou-lhes um murro. Depois no tabuleiro coloco-as com umas pitadinhas de sal (martelo um pouco de sal grosso para não ficar demasiado salgado).

Qual é a ideia?

Não sou cozinheira... nem nada que se pareça.
Faço o que posso para alimentar a gente lá de casa, sem grandes preparos, sem grandes floreados.
Gosto de coisas simples, rápidas e saborosas. A questão é encontrá-las, pois inventar não é mesmo comigo.

Resolvi abrir este cantinho para ajudar muitas meninas, mamãs e até homens que como eu não têm grandes ideias e muito tempo...
A ideia não é copiar receitas e 'colá-las' aqui... é mesmo receitas já experimentadas e até alteradas por nós.
Sempre que possível, juntar uma foto, mesmo que seja mais tarde....